Dicas ~ Viagens

Quanto custa o intercâmbio na Austrália?

26 de março de 2017
Quanto custa o intercâmbio na Austrália

Acho que essa é a pergunta numero 1 que recebo depois que vim para Sydney fazer meu intercâmbio. Essa dúvida norteia todo mundo que tem o mesmo objetivo que o meu e é por isso que após 5 meses, estou eu aqui compartilhando com vocês a minha experiência e como foi para mim.

Quanto custa o intercâmbio na Austrália?

Antes de tudo, quero dizer que existem muitas formas para vir para a Australia estudar, porém a mais “simples” delas e talvez a mais comum, é através do curso de inglês. Cursos de até 3 meses, você não precisa de visto de estudante, com o visto de turista você pode estudar, mas também não poderá trabalhar. Cursos com duração superior a 3 meses você deve tirar o visto de estudante.

Depois que você deciciu que a Austrália é realmente o país que você que fazer o intercâmbio, chegou a hora de escolher a cidade que você gostaria de morar. É sempre bom levar em consideração o custo de vida e a facilidade de encontrar emprego. Aqui na Australia, estudantes podem trabalhar 20 horas por semana, o que é muito legal, já que vai ajudar você a se manter aqui. A Austrália tem bastante lugares lindos para você escolher. Eu escolhi Sydney por ser uma cidade que eu acho linda e também por ter uma facilidade melhor de encontrar emprego na minha área, porém é uma cidade com curso de vida bem alto.

Depois de decidir qual curso e a duração que você quer estudar e qual cidade quer morar, é hora de ir atrás de uma agência para cuidar do seu intercâmbio. Algumas pessoas gostam de fazer tudo sozinhas, sem agência, mas por experiência própria, acho que você deve contratar sim o serviço de uma agência, porque eles sabem exatamente com fazer dar tudo certo na sua experiência fora do Brasil.

Entre em contato com as agências mais conceituadas que você já ouviu falar e dê prioridade para aquelas que tenham escritórios na cidade que você vai morar. Isso é extremanente importante! Eu tive muita sorte com a agência que escolhi. Enviei e-mails pedidindo orçamento para agência de todo o Brasil e escolhi uma que não era de Manaus. Fiz tudo por e-mail e eles foram e ainda estão sendo incríveis comigo. Me deram todo o suporte, tiraram todas as dúvidas e certamente me ajudaram com tudo que precisei até hoje. Toda semana eles entram em contato comigo aqui para saber se está tudo bem, se estou precisando de algo. Acho isso muito legal e recomendo minha agência para todo mundo.

O que terá no orçamento?

Os preços, obviamente, vai variar de acordo com a escola que você quer estudar e os horários. Noturno geralmente é mais barato que cursos diurnos. Eu gostaria muito de ter feito durno, mas por motivos de trabalho, decidi estudar a noite. Vou colocar meu orçamento escolhido para vocês analisarem com base na minha escolha. Esse não é o mais caro e nem o mais barato. Mas com as novas regras que a Australia tem imposto, é altamente recomendável que você não escolha o curso mais barato, visto que a possibilidade de ter um visto negado é muito grande.

Orçamento curso General English noturno (24 semanas)

Curso General English noturno (24 semanas): 5.400,00 AUD

Taxa de material:  200,00 AUD

Taxa de matrícula: 220,00 AUD

Seguro de saúde obrigatório valido pelo tempo total de visto: 302,95 AUD

Opcional – Acomodação por 4 semanas (quarto com duas pessoas): 880,00 AUD + Taxa de acomodação: 209,00 AUD

Opcional Transfer aeroporto – casa 71,50 AUD

Taxa de Transferência Bancária Internacional 19,00 AUD

SUBTOTAL: 7.302,45 AUD

Câmbio BRL: 2,52 AUD

TOTAL (R$) R$ 18.402,17

Taxas de visto

Processo de visto:  BRL 250.00

Taxa da administrativa  da agência: AUD 150.00

Taxa de visto de estudos: AUD 550.00

SUBTOTAL A$   700.00

Câmbio BRL – AUD 2,955

TOTAL R$  2.070,00

Exame Médico

Para tirar o visto de estudante 90% das vezes você precisa fazer exame médico. Sei que uns sortudos que não precisam, mas eu precisei.

A Embaixada da Austrália tem médicos credenciados e você deve fazer seus exames com esses médicos e para nossa infelicidade, não são todas as cidades que tem. Tive que viajar para Belém porque lá era a cidade mais perto de mim que tinha um médico credenciado. Eu não vou incluir o preço da passagem aqui porque é bem relativo, mas caso sua cidade não tenha médico, saiba que você terá que viajar. Veja a lista dos médicos credenciados aqui.

O exame é basicamente a consulta com o médico, que custa R$ 300, mais um exame de Raio-X do toráx que onde eu fiz custou R$ 150 e mais um exame de urina simples, que para mim foi de graça porque consegui fazer pelo meu plano de saúde, na época. Todos as clínicas são recomendadas pelo médico, então você tem que fazer onde ele mandar, senão ele não aceita.

TOTAL: R$ 450,00

Passagens aéreas

Esse ponto varia de acordo com a cidade que você mora. Pessoal que mora em São Paulo consegue voos de 3.500 reais mais ou menos para Sydney, mas eu como morava em Manaus, não tenho essa mesma sorte. Minha passagem, só de ida, para Sydney foi 2424.32 BRL com todas as taxas, mas eu não saí de Manaus. Quem me acompanha nas redes sociais sabe que eu fui passar 2 semanas em Estocolmo, na Suécia, antes de vir pra Sydney. E a minha passagem de Manaus para Estocolmo foi comprada por milhas, então não vou incluir o valor aqui. Mas sei que passagens saindo de Manaus – Sydney, são around 5.500 reais.

TOTAL: R$ 2424,32 (somente ida)

Suporte Financeiro

Esse absolutamente é parte mais triste de todo o intercâmbio para algumas pessoas. Para mim não foi diferente. Cá entre nós, vamos ser sinceros, pelos preços acima, já deve ter percebido que o valor é um pouco salgado e para nós, meros mortais, não é tão fácil ter um dinheiro desse na conta todo mês, né? Pois é, mas ainda pode ficar mais preocupante a situação hehe. Veja:

Depois de tudo pago (sim, você precisa pagar o curso e as taxas integralmente ANTES de aplicar para o visto!), você precisa solicita seu visto de estudante e no formulário, eles pedem diveeeeersos documentos que comprovem seu vículo com o Brasil e motivos que farão você retornar pro seu país. Um deles é o suporte financeiro, que é basicamente o extrato da sua conta bancária, dos últimos 3 meses, onde você comprova que tem 1650 AUD por mês que ficará na Austrália. Meu curso é de 6 meses e a Australia me dá automaticamente 1 mês de férias, e isso faz com que eu tenha 7 meses de visto. Nesse caso, precisei ter um suporte financeito de 11.550,00 AUD, que em reais dá R$ 29.452,50, na cotação de R$ 2,55.

Esse saldo bancário, no entanto, aparentemente não precisa estar na sua conta. Você pode usar dos seus pais ou parentes próximos e eles devem fornecem um documento para ser anexado no formulário de visto dizendo que são seus responsáveis financeiros.

TOTAL: R$ 29.452,50

Ufa! Quanta coisa, né? Mas vale a pena cada centavo, viu? É uma experiência incrível e eu sou grata todos os dias por ter tido essa oportunidade na vida.

Quanto custa o intercâmbio na Austrália? Valor total

TOTAL: R$ 23.346,49 (investidos) + TOTAL: R$ 29.452,50 (só para comprovar)

Então basicamente você (ou seus pais) precisa ter R$ 52.798,99 na conta. E lembrando que esse valor tá com cotação misturada, porque na época que fiz, o dolar autraliano estava muito instável. Talvez você consiga um valor melhor hoje. 🙂

Então é isso, pessoal. Espero que esse post seja útil e que ajude bastante a ter uma idéia de como é fazer intercâmbio aqui e de quanto custa o intercâmbio na Austrália.

Próximos posts sobre o assunto:

  • Como trabalhar em Sydney como estudante
  • Qual o custo de vida em Sydney como estudante

Beijos!

 

~ ♥ Se você gostou desse post, deixe um comentário! ♥ ~

Você também pode gostar...

Lifestyle

Como realizar sonhos? Minha história

25 de fevereiro de 2017

O maior sonho da minha vida era morar fora do Brasil. Era viver experiências diferentes, conviver com pessoas de outras culturas e que fosse em um país que falasse inglês. hehe Era só o que eu pensava. Mas como realizar sonhos?

Nasci em uma família muito pobre, do interior do estado do Pará. Era basicamente eu a minha mãe no início. Obviamente ao longo da minha vida, pessoas nos ajudaram, algumas pessoas da minha família de sangue e da minha outra família, a do coração. E eu sou eternamente grata por tudo!

Quando eu já tinha uma certa idade, adolescente, nos mudamos em definitivo para Manaus, onde fomos apenas com uma mala roupas. Não tínhamos absolutamente nada. Com o passar dos anos, depois de muito sacrifício e trabalho, conseguimos o temos hoje… É uma história longa, outro dia eu conto melhor.

Apesar de todos as batalhas diárias, eu sempre sonhei muito alto. Sempre corri atrás e tentava ao máximo realizar meus sonhos. Muitas vezes eles não davam certo, por diversos motivos, mas os mais importantes e fundamentais deram, isso é o que importa.

Estudei meu ensino médio em escola pública, passei na UFAM e estudei Design, me formei e comecei a trabalhar. Altos e baixos, coisas deram certo e coisas deram errado, mas eu nunca desisti. Corria atrás, ia em busca do que eu queria. Nunca deixei meus sonhos morrerem!

No final de 2015 tudo começou a mudar. Em outubro, comprei uma passagem as pressas, na louca, para os Estados Unidos, para passar as férias, em janeiro de 2016, e realizar meu sonho de criança na Disney. Foi a coisa mais louca da minha vida! haha Era a primeira vez que eu iria fazer uma viagem internacional sozinha e a minha primeira viagem sozinha também. Que emoção! Passei 10 dias incríveis lá, fiz amizades e conheci uma pessoa especial que, por impulso, acabamos começando a namorar. Um mês depois, em fevereiro de 2016, lá estava eu de novo. Dessa vez, não fui de férias. Fui meio que fazer um intercâmbio de 9 dias hehe Convivi com amigos e família desse meu namorado e fui super incrível. Foram 9 dias de “vida de americano” e foi super demais. Após voltar ao Brasil, a vontade de permanecer lá era incontrolável. Então passei a pesquisar incessantemente maneiras de ir morar lá, seja com um emprego (através do quase impossível HB1 visa) ou através de estudo. Em contrapartida, eu tinha uma vida bem estraturada no Brasil. Excelente emprego, um apartamento recém comprado, minha mãe, família e amigos. Como que eu ia largar tudo pra viver isso? As coisas pareciam não dar muito certo até que infelizmente depois de alguns meses o relacionamento acabou, mas a vontade de morar fora não morreu jamais!

Cerca de um a dois meses depois do término, meu coração estava com sede de mudança, muito mais do que antes. Eu respirava aquilo, sonhava acordada em morar fora. Procurava todos os países English speakers (sim! porque amo inglês haha) que eu pudesse estudar e trabalhar… nos EUA eu não poderia trabalhar se fosse com visto de estudante. Vi a lista dos países, analisei os países e foi quando a Australia apareceu na minha vida. É aquela coisa, quando algo TEM que acontecer, acontece e rápido! Tive a idéia, conversei com a minha mãe (que me apoia sempre, em todas as minhas loucuras haha) e em 2 meses eu tava aplicando para o meu visto de estudante australiano… Estava eu ali, tremendo, morrendo, mas muito feliz.

Para quem já tem uma vida estruturada, dificilmente larga tudo para viver uma aventura. E comigo não seria diferente. Saí do Brasil obstinada a morar de vez aqui em Sydney. Já tinha feito vários planos de ação, caso uma dessa errada, eu tinha outras formas para tentar. Apesar de parecer meio louco, eu tinha planos reais de realização. Eu sabia como poderia estender minha estada aqui legalmente e por isso não me preocupei muito nessa parte, embora eu ainda estivesse morrendo de medo de tudo! haha Eu chamei isso de “aventura” porque pra muitas pessoas foi uma aventura largar tudo no Brasil, pra ser “ninguém” aqui. Mas cá entre nós, eu e minha mãe (e meu padrasto na época) começamos no zero no Brasil, porque eu não poderia começar aqui também? Nada é impossível! 🙂

Milagres acontecem!

[Vou editar esse post em JUNHO de 2017 para adicionar essa informação aqui]

Gratidão

Cheguei em Sydney dia 26 de Outubro de 2016. Cheia de felicidade, mas também de medo e preocupações. Encarei uma vida nova, num país novo. Adquiri resposabilidade, me tornei mais independente e estava realizando um sonho. Já parou pra pensar quão mágico é você acordar todo dia vivendo um sonho? É incrível!

É facil morar overseas? Com toda clareza e franqueza do meu coração: NÃO. Nem um pouco! Brasileiros que vivem aqui sempre falam isso… Australia é só pros fortes. Tanto é que quem vem pra cá com o intituito de morar legalmente, vindo como estudante, já é gente mais madura e mais centrada. Otherwise, o pessoal já volta o mais rápido possível. A vida aqui não é fácil, mas se você tiver sorte*, consegue ter uma vida tranquila aqui.

Como realizar sonhos?

Parece cliché, mas sério, isso é muito real. Idealize exatamente (detalhes, cenários, emoções) o que você quer realizar. Mentalize, sinta, receba e adicione uma pitada de dose especial. É assim que a gente consegue realizar sonhos. O que é a dose espacial? É correr atrás! Nada acontece por acaso. Nada vem de graça. Hoje eu olho para trás e ligo os pontos. Tudo que eu fiz na minha vida me trouxe para cá. Estudo, empregos, relacionamentos, pessoas… Muita coisa faz sentido quando eu olho para trás e enxergo o porque tudo aconteceu. Muita coisa me fez chorar, muita coisa ruim eu acreditava que eu não merecia receber, mas até isso me ajudou a estar aqui. Jobs já dizia:

“You can’t connect the dots looking forward; you can only connect them looking backwards. So you have to trust that the dots will somehow connect in your future. You have to trust in something – your gut, destiny, life, karma, whatever. Because believing that the dots will connect down the road will give you the confidence to follow your heart even when it leads you off the well worn path; and that will make all the difference.” Steve Jobs

Minha vida não é fácil, nunca foi e, para ser saudável, nunca será. É importante a gente viver uma vida como ela tem que ser: com alegrias e dificuldades. Que chato seria se tudo fosse facil o tempo todo, né? Por isso, seja grato até nas decepções. Veja coisas boas em tudo e não desista!

Com essas palavras de motivação eu me despeço por aqui e te desejo muita felicidade e sucesso na vida. Coisas incríveis acontecem a todo instante. Peça e será dado e não se esqueça de ser grato a cada instante, a cada segundo. <3

Beijos de luz!

~ ♥ Se você gostou desse post, deixe um comentário! ♥ ~

Você também pode gostar...

Dicas ~ Viagens

Simpatia da mala para viajar o ano todo

30 de dezembro de 2016

Juro que não sou supersticiosa e nem sou de fazer essas coisas de simpatia, aliás, nunca faço, mas dia 31 de dezembro de 2015 eu estava navegando pela internet quando me deparei com o post da Constanza do Futilish sobre essa simpatia da mala. Eu li, achei interessante e resolvi fazer depois que ela convenceu a minha e todas as suas leitoras que comentaram coisas positivas.

EJ DESIGNS

EJ DESIGNS

 

Vou só recapitular um pouco aqui o meu ano de 2016 para vocês observarem como tudo aconteceu. Dia 31 de dezembro de 2015, na virada do ano, eu fiz essa simpatia e dia 01/01/16, as 3h da manhã, estava embarcando para minha primeira viagem internacional… Estava indo para Orlando-FL, nos EUA.

Um mês depois, dia 05/02/16, estava eu indo novamente para os EUA. Dessa vez, fui para Miami e de lá fui de carro para Jensen Beach-FL, Orlando-FL, Deltona-FL e New Samyrna Beach-FL.

Dia 19/08/16 estava embarcando para os EUA novamente para uma super viagem para a California e Nevada. Dessa vez, fui para Los Angeles-CA, San Diego-CA, San Francisco-CA, Santa Monica-CA, Long Beach-CA e Las Vegas-NV.

Logo depois, fiz uma viagem nacional, fui a Belém-PA para fazer um exame rápido do meu visto da Austrália porque…

Em dia 25 de outubro de 2016 eu embarquei aqui para Sydney para passar 7 meses no meu tão sonhado intercâmbio.

Calma que ainda não terminou!

Em outubro, antes de ir pra Sydney, eu passei duas semanas em Estocolmo, na Suécia. 🙂

Até que no final de novembro/início de dezembro, surge uma viagem especial… Passar o Reveillon em Paris e ir para a Disney Paris. OMG! <3 Nesse momento, estou aqui em Paris curtindo mais uma viagem linda que rolou nesse ano incrível de 2016!

Bom, não faço ideia se essa simpatia da mala deu certo ou não :P, mas nunca em toda minha vida eu viajei tanto quanto nesse ano. Então… acho que não vou arriscar! Na virada de 2017 vou fazer novamente… aqui em Paris! 😉 Quero fazer muito mais viagens internacionais e nacionais! Quero dar a volta ao mundo.

Quem tá comigo nessa?

Calligraphy Submission by @bynarii

Calligraphy Submission by @bynarii

 Simpatia da Mala para viajar o ano todo

A Constanza disse no post que existem duas versões: a original e a versão alternativa (a que eu fiz!!).

Versão original da Simpatia da Mala: à meia noite, pegue uma mala e dê uma volta no quarteirão mentalizando muitas viagens. Essa é a verdadeira simpatia da mala, mas muita gente tem vergonha (ficar igual uma louca passeando meia noite com a mala na rua), ou passa a virada em festas e não dá pra levar mala etc.

Versão alternativa: Sair do lugar e carregar algo que simbolize fortemente uma viagem. Na ausência de mala, o que mais carregamos para viajar? PASSAPORTE! Então passe a virada agarrada no seu passaporte e SUBA NUMA CADEIRA! Sempre a meia noite e sempre mentalizando viagens.

O que eu fiz foi subir numa cadeira de praia, com minha mochila de viagem e meu passaporte na mão. Mentalizei várias viagens e disse em voz alta os lugares que gostaria de ir. Como vocês perceberam, deu MUITO certo e espero que em 2017 muitas viagens aconteçam! 😀

Desejo muitas viagens para todos nós! Feliz 2017, pessoal! <3

~ ♥ Se você gostou desse post, deixe um comentário! ♥ ~

Você também pode gostar...

Página 1 de 30123Última »